15 de set de 2013

Hate That I Love You - me desculpe

"Perdão não é amnésia. Não há borracha para palavras ditas. Não se passa corretivo em gestos."
- Capitulo 11-

5 horas depois

konan estava no canto com sangue escorrendo pelas pernas, o rosto agora inchado pelos tapas que levou -nada que pudesse estragar seu rostinho de anjo- e o corpo com novos hematomas de todas as vezes que foi jogada no chão, alguns fios ruivos espalhados no chão, a mesma soluçava baixinho, sem forças

o celular chamou algumas vezes até Justin finalmente atender, Pietro sorriu vitorioso.

oi Justin -rir-
Oi pietro, como vai?
não está calmo de mais pra alguém que está prestes a perder uma certa ruiva?
não.

Pietro estranhou o fato de a voz ter soado tão perto de si,  se virou e encontrou Justin com um  sorriso de canto o encarando segurando o celular rente ao ouvido, com o susto pietro deixou o celular cair no chão.
um sussurro fraco foi ouvido, a voz de konan chamando por Justin.

peguem ele.

gritou Justin aos mais de 20 homens que vinham junto consigo, caminhou até konan no canto do quarto e seus olhos arderam com vontade de chorar ao ver o estado da sua ruivinha.

eu vou te levar pro hospital meu amor.

sussurrou cobrindo-a com o próprio casaco e pegando-a no colo enquanto ouvia os gritos de Pietro tentando se soltar, ordenou que ficassem de olho em Pietro ali mesmo na mansão tinha planos pra ele, somente Chaz foi com Justin ao hospital, sentia o corpo de konan esfriar em seus braços levando-o ao desespero, entrou no hospital gritando, clamando por ajuda até ser atendido por 5 médicos que ao ver o estado da ruiva correram pra ajudar.


3 horas depois

Justin avia resolvido o problema chamado Pietro e agora encontrava-se sentado esperando noticias de sua ruivinha, um dos médicos que avia atendido konan caminhou até Justin.

oi, você está com a ruiva certo?
oi, é, konan o nome dela.
certo.
e como ela está? -perguntou Justin-
ela tá bem? -perguntou chaz preocupado-
só um minuto Dr. chaz, vai em casa e trás uma roupa pra konan
tá bem Justin
pode falar Dr.
ela estava com uma hemorragia, mais com custo conseguimos faze-la parar de sangrar, estava com uma febre alta que também conseguimos baixar, cuidamos de todos os ferimentos do corpo dela, ela está desidratada então está tomando soro, ela foi abusada diversas vezes por isso não poderá fazer nada por um tempo, é um milagre ela não ter morrido com todos os abusos e espancamentos que sofreu.
obrigado, eu posso vê-la?
sim, ela está acordada mais não pode fazer esforços, então não a faça falar muito 
pode deixar

o médico levou Justin ao quarto de konan e os deixou a sós

ruivinha -sussurrou Justin se aproximando- 
amor -soluça-
Shi, não chora - a abraça com cuidado- eu estou aqui agora
eu.. eu..
não fale, você não pode fazer esforços -sorri- me desculpe, me desculpe konan, isso tudo foi culpa minha.
não foi -fala baixinho- 
eu te amo, me perdoe.
eu te perdôo por quê eu também te amo.
minha vida -sussurra a beijando no rosto-
o que aconteceu com ele?
não se preocupe, eu já resolvi.

claro, Justin ocultou a parte em que tinha cortado parte por parte de Pietro enquanto ele gritava e que depois deu pros cães comerem.

...

+10 comentários