25 de abr de 2013

Estrela Cadente - Cap 8

- Eu já te amo -


- o que pensa que está fazendo?

perguntou Sunny o olhando e fazendo-o olhar pra si.

- se eu não posso ter minha vida de volta então eu não quero vida nenhuma, eu não tenho ninguém aqui Sunny, e se eu não voltar vou morrer.

a garota o olhou sem acreditar

- como não tem ninguém aqui? você tem seus amigos, sua mãe, você tem a mim.

Justin ao ouvir virou-se para olhá-la e acabou escorregando e caindo, foi rápido o suficiente pra se segurar.

- Sunny me ajuda, eu não quero morrer, você está certa, eu tenho minha mãe, eu tenho você, me ajuda.

Sunny correu até Justin segurando-o pelo pulso tentando a todo custo ajudá-lo

- eu não quero morrer Sunny, eu aprendi minha lição, não importa a vida que eu leve ou quantos idiotas me pressionem, nada importa se ao meu lado tiver pessoas que me amem.
- Justin, eu não consigo, você é muito pesado, eu não tenho força. -proferiu em desespero-
- eu não consigo segurar por muito tempo Sunny.
- Justin, perto do seu pé tem uma pedra, pisa nela, eu vou contar até 3 e ai você dá impulso pra cima na mesma hora eu vou te puxar ok?
- tá bom -concordou-
- 1, 2, 3 , agora.

Justin deu impulso assim como Sunny disse e no mesmo instante ela o puxou, Justin subiu de uma vez e caiu sobre Sunny que suspirava aliviada por tirá-lo de tal situação.

- -levanta o rosto- obrigado Sunny -sussurra-
- nunca mais faça isso.
- me desculpe.
- Justin -sussurrou com os rostos próximos-  você tá pesando.
- -rir- desculpe de novo

 o mesmo girou deixando Sunny por cima , ambos acariciaram-se e então se beijaram.
Justin adentrou a boca de Sanny tocando sua língua na da mesma e sentindo o gosto doce de sua boca, foi correspondido a altura, separaram-se ofegantes e olharam-se nos olhos.

- vamos, precisamos descansar -sussurra-
- vamos sim.

respondeu Justin levantando-se e a ajudando a levantar, as mãos foram entrelaçadas e um sorriso brotou nos lábios de ambos, caminharam de mãos dadas até onde encontrava-se as bicicletas e os sacos de dormir, colocaram os mesmos um do lado do outro e deitaram-se olhando-se nos olhos um do outro, dormiram porém as mãos em nenhum momento se separaram.

parecia que mal aviam fechado os olhos e já avia amanhecido, Sanny abriu os olhos e sorriu ao ver Justin observá-la.

- bom dia minha princesa.
- bom dia Justin -cora-

Justin se levantou indo até a mesma e a beijando.

- Justin , não, eu ainda não escovei os dentes, to com bafo -cora-
- eu não me importa.
- bobo

dentro da mochila tinha tudo o que precisavam, algumas frutas, água para beber e fazer suas higienes, e o fizeram, escovaram os dentes, comeram uma maçã.. ao terminarem Sunny proferiu.

- vamos.
- onde vamos? -perguntou Justin curioso-
- vamos tentar de novo.
- acha que devemos? -perguntou em dúvida- 
- acho -sorri-
- então vamos.

caminharam de volta a quinta caverna entrando na mesma, Justin parou em frente a estrela porém hesitou.

- se não souber como fazer o pedido basta decorar o verso do livro, eu esqueci de te mostrar mais posso citá-lo pra você.
-  eu não quero.
- o quê?
- eu não quero desfazer o pedido, eu quero ficar aqui com você.
- Justin você tem sua equipe, sua família, seu pai, seus irmãos, suas fãs, desistiria de tudo por mim?
- sim -falou sem hesitar- 
- mais eu não vou deixar que você faça isso -lutou contra as lágrimas- e se ficar aqui você pode morrer.
- eu não posso te deixar, você leu o livro, é possível que eu não me lembre de você.
- eu vou correr o risco -sussurra- 

lágrimas caiam dos olhos de Justin enquanto ele tentava inutilmente segurá-las, caminhou até Sunny e a abraçou forte, depois de alguns minutos abraçados se afastaram e Justin voltou pra frente da estrela, segurou firme na mão de Sunny enquanto a olhava.

- cite o verso, eu vou repeti-lo
- certo -sussurra- não importa onde, não importa o lugar, quero que tudo volte a ser como antes... quero pra minha vida voltar.

Justin olhou pra Sunny e depois pra estrela começando assim a citar o verso

não importa onde, não importa o lugar, quero que tudo volte a ser como antes....  quero pra minha vida voltar.

Justin foi desaparecendo aos poucos até a mão de Sunny encontrar-se sozinha, ele avia sumido, a mesma olhou pro local onde Justin encontrava-se a segundos atrás e abaixou a cabeça deixando que as lágrimas finalmente caíssem.

- eu já te amo -sussurra entre soluços-

ela não viu, mais quando sua lágrima tocou o chão brilhou escorregando por entre a "mesa"

A estrela cadente pode dá uma lição,
                          mais não pode interferir em um amor verdadeiro,
                                          e a história deles com certeza não acabou...


Continua..


continuo quando tiver mais de 20 comentários por quê o cap foi grande 
Leiam também:http://palace-of-fic.blogspot.com.br

respondendo as perguntas
Thalia: a Sunny tem 17 e o Justin tem 19
Ex-boba: não, a Sunny tá sempre ao lado pra salvar ele.
Rennan D: obrigado por me explicar *-* claro que divulgo.
Cesar Menes: que comentário fodástico em, enorme, adoro comentários assim, não acaba agora não, fiz esse gif do Justin com a Avril, mostra melhor pra vc como fazer.
Beatrice cupell: ele vai tentar se matar.
Nágela Dias: não voltou por quê ele ainda não tinha aprendido a lição.