10 de mar de 2013

Fora de Controle {3}

Calma , você vai ser feliz . mais primeiro a vida vai te ensinar a ser forte

 Minha boca abria-se diante de tal visão, diante de mim tem um internato, mais pra mim, parece mais uma prisão, o que técnicamente vai ser, minha querida mãe obrigou-me a assassinar um documento, garantindo assim que eu só saia daqui depois de 4 anos, mesmo que complete 18 anos continuarei nesse maldito lugar.

Chuck: vamos menina

falou Chuck, pelo que parece é empregado do internato, pra mim ele parece mais um Jason da vida real, o cara é sinistro.

o segui entrando pelo portão e vendo-o ser trancado em seguida

Chuck: esse é seu dormitório.

falou mau humorado e jogou minhas malas no chão, revirei os olhos e entrei no tal dormitório depois de ter pego minhas malas, joguei-as no chão e depois me joguei na cama, dormir, era tudo o que eu precisava...

Flash back ON

Itan: me ajuda Samantha, por favor -gritou em desespero-

Itan estava no momento pendurado em um penhasco que ficava no alto da cidade dando assim visão total da mesma, Samantha estava em pé a observá-lo, observava seu desespero, sua luta pela vida.

Samantha: por quê eu ajudaria? você me traiu, e antes disso disse que me amava.
Itan: me desculpa , mais eu sou homem e n...
Samantha: não use a desculpa de ser homem e não resistiu, se me amasse de verdade teria resistido.
Itan: me desculpa, agora me ajuda Samantha, por favor meu amor.
Samantha: quanto mais conheço os homens, mais dou valor aos cachorros.

Samantha pisou nas mãos de Itan fazendo-o se soltar e cair enquanto gritava em puro desespero.

...

CHOCANTE

garoto é encontrado aos pedaços depois de cair do penhasco no alto da cidade, especialistas ainda não descobriram se foi homicídio doloso ou suicídio.

Em todo caso, ainda não existem suspeitos ou prova de que o garoto sofria de alguma forma e poderia ter se matado.

Flash Back OFF

acordei assustada com o pesadelo, na verdade uma lembrança distante... e como? depois de 5 anos ainda lembro-me daquele dia, deitei novamente mais não consegui mais dormir, as lembranças do passado, as lembranças dele, me perturbam profundamente, porém, não posso dizer que me arrependo.

Dia seguinte

entrei na sala entediada, além de ficar nesse maldito internato ainda terei que estudar, todos me olharam como se eu fosse um bicho de 7 cabeças, talvez pela minha roupa ou talvez simplesmente por serem tão hipócritas quanto a sociedade, sentei na cadeira que ficava no fundo da sala, no canto onde a pouca luz da sala não pegava, poderia dormir durante toda a aula, pelo menos é esse meu plano.

Justin: bom dia Alunos

entrou o professor que pelo que me disseram chama-se Justin, os garotos bufaram e as garotas suspiraram quase babando enquanto o olhavam , talvez na próxima eu deva trazer lenços ou quem sabe babadores pra elas, revirei os olhos quando ele me olhou e ficou me fitando por alguns segundos, talvez eu intendesse o motivo de elas babarem, os professores normalmente são feios e gordos, mais ele não, ele é diferente, tem o corpo malhado perceptível mesmo sobre a roupa um pouco larga, os cabelos de um castanho claro bagunçados naturalmente, os lábios rosados , a pele branca e os olhos cor mel, eu admito...
talvez esse internato não seja tão ruim assim.
algo em si me chamou a atenção, tinha uma vadia loira, ele a tratava como uma princesa, e pelos olhares que trocavam percebi de cara, eles tinham um caso..
e esse lugar acabou de tornar-se ainda mais interessante.

fechei meus olhos , dormir em aula chata é o melhor a fazer...
abri meus olhos assustada ao cair no chão, olhei pra cima e vi a vadia loira rindo junto dos outros, ela avia me empurrado, me levantei e a raiva tomou conta de mim, caminhei até ela e desferi um soco em seu nariz fazendo o mesmo sangrar e ela cair em cima dos alunos que estavam atrás, a puxei novamente pela blusa e dei-lhe outro soco derrubando-a no chão.

Justin: ei , pare com isso.

gritou o professor entrando no meio , o olhei com raiva e chutei o meio de suas pernas fazendo-o cair de joelhos no chão.

Eu: não se meta onde não é chamado -gritei-

sai da sala bufando sobre os olhares incrédulos e apavorados de todos os alunos.

...

ouvi batidas na porta do meu dormitório, abri e dei de cara com Justin,  a vadia loira e a diretora ...
pois é, estou literalmente fodida. 


Continua...

15 Comments

É, ela está fodida -ou não-

Leiam também: http://sonhos-de-belieber-com-justin-bieber.blogspot.pt/