17 de jan de 2013

∞ All I Want Is You (10)

E me desculpe Se eu te afastei
Porque eu preciso de você aqui
E eu quero que você saiba
(Justin Bieber - All I Want Is You)


Jenny P.O.V
eu odiava aquela garota, na verdade desde o primeiro dia em que entrei na escola, mais claro, isso não significa que eu queria matá-la ...
Uma semana depois / Justin P.O.V
eu realmente não sei mais o que fazer pra Jenny me perdoar,  já usei todas as táticas possíveis, ameaças, mentiras, quer dizer, exceto uma, o romance, acho que já não tenho mais nada a perder, então...
... 
Eu: Jenny
gritei esperando-a descer as escadas, eu estava vestido com um terno , em uma mão eu tinha um lindo buquê de rosas e na outra uma caixa de bombons, ela desceu as escadas e parou alguns centimêtros a minha frente com os olhos arregalados , sorri , um sorriso sincero e me aproximei dela encostando nossas testas uma na outra.
Eu: me perdoa? 
sussurrei entregando o chocolate e as rosas a ela, ela começou a rir, riu como se eu fosse um verdadeiro palhaço, de repente ela ficou séria novamente, ela jogou o chocolate no chão e começou a pisar em cima dele, logo depois arrancou as pétalas de todas as rosas e jogou o que restou em cima de mim.
Jenny: é preciso mais que chocolate e rosas pra concertar o que você fez
falou por fim e subiu as escadas me deixando chocado, eu errei, eu sei disso, errei feio e fui um idiota por não parar e ouvir o que ela tinha a dizer, mais eu já pedi perdão inúmeras vezes, eu estou tentando me redimir mais ela simplesmente não deixa, e agora... agora foi a gota d'água, ela me humilhou.
uma raiva imensa tomou conta do meu corpo e meu nariz começou a sangrar, era sempre assim, se a raiva aumentava meu nariz virava uma cachoeira de sangue, afrouxei o nó na minha grava enquanto subia as escadas, entrei no quarto da Jenny , ela estava deitada na cama, ao me ver levantou me ignorando e foi rumo a porta porém a puxei pelo braço e a joguei contra a parede, tranquei a porta e caminhei até ela que avia caído sentada no chão, amarrei suas mãos com a minha gravata e a levantei jogando-a na cama, subi  na cama ficando entre suas pernas e tirei minha roupa ficando apenas de cueca, ela arregalou os olhos e tentou se soltar mais a tentativa foi em vão, sorri e levei minha boca ao seu pescoço mordendo e chupando sem dó, passava minhas mãos violentamente por seu corpo deixando marcas roxas por onde passava, tudo propositalmente, continuei com o que eu estava fazendo e parei somente ao ouvir um soluço baixinho, levantei meu rosto e meu coração apertou, Jenny, minha Jenny estava chorando...

Continua....
Leiam também:swagonyou-jerryonme.blogspot.com.br http://imaginebeliebereuamo-temuito.blogspot.pt/ imaginnebelieberbr.blogspot.comminhavidacombieber.blospot.com.br
Cap pequeno, desculpem, próximo cap tem hot, postagem programada.