29 de out de 2012

Just a Bitch 「10」

"Charme é ótimo, mas no mundo real, conhecimento é poder."

Jus: Carly, fica deitada em cima da mesa, mais antes tira a roupa.
Eu: -rir- eu não vou fazer nada, você me fez vir, mais não pode me obrigar a transar com nenhum deles.
Jus: -rir- vai agora ou eu faço você transar com 5 a força.
Eu: -sorri- tenta. 
Jus: segurem-na seus idiotas.

gritou e os caras ficaram olhando pra mim, os chamei e dei meu primeiro show

ele caiu no chão desnorteado e Justin arregalou os olhos, sorri de canto pra ele.

Eu: eu já disse, não vou fazer nada que eu não queira. 
Jus: você não vai poder lutar contra todos.
Eu: -rir- você não sabe o que eu aprendi. 
Jus: peguem essa vadia e amarrem ela.
Eu: é, peguem-me -sorri-
Jus: eu vou fazer eles te foderem até você não conseguir mais andar.
Eu: -rir- claro
Jus: você não sabe quanto dinheiro estou ganhando com isso.
Eu: eu não me importo.

o cara que eu avia derrubado veio pra cima de mim novamente, subi em cima da mesa e pulei em cima dele acertando-lhe um soco.

dessa vez ele desmaiou e Justin me olhou sem acreditar, ele não sabia, mais Chris e Ryan vinham me ensinando a lutar e a usar armas..
e bom.. acho que fui uma boa aluna.
um deles me agarrou por trás e claro, eu dei meu jeito.



puxei ele por cima de mim e o derrubei com toda força no chão, ele desmaiou na hora...

demorou mais acabei com todos que estavam ali, restando somente Justin e as vadias, estava cansada, levantei meu rosto e o olhei tirando meu cabelo do rosto.

Jus: o-onde você aprendeu a fazer isso?
Eu: vamos dizer que tive ótimos professores -sorri-
Jus: você -pausa- fica sexy lutando. -sorri malicioso- 
Eu: isso foi só pra mostrar, eu só faço o que eu quero, você não manda mais na minha vida.

falei por fim e sai.


Justin P.O.V

apesar de ela ter acabado com a chance de eu ganhar 20 mil dólares, admito, fiquei excitado com a cena dela lutando com aqueles caras, sai do prédio onde estávamos e fui atrás dela, não a encontrei então decidi voltar pra casa, ela com certeza vai está lá.


...

ao chegar em casa subi direto pro quarto,Carly estava sentada na cama com um papel na mão.

Jus: oi
Eu: não briga pelo que eu fiz ok? você mereceu.
Jus: eu não vou brigar, mais quero transar com você agora.
Eu: eu não quero transar com você Jus.
Jus: -revira os olhos- o que é isso na sua mão?
Eu: nada

ela se levantou tentando esconder o papel mais eu o peguei antes.
olhei e... e...

Jus: um teste de gravidez? 
Eu: eu -suspira- estou grávida de gêmeos.
Jus: quem é o pai Carly?
Eu: você
Jus: como tem tanta certeza?
Eu: você é o único com o qual eu transo sem camisinha.
Jus: ah meu Deus eu vou ser pai

gritei eufórico e a abracei forte.
tudo bem que eu sou um chefe do tráfico de drogas, mais eu sempre quis ter um filho , agora vou ter 2,então eu posso ficar feliz né?


Carly P.O.V

essa não era bem a reação que eu esperava, mais já que foi essa, eu até agradeço , eu não tava afim de brigar com ele, e não queria que ele me obrigasse a tirar as crianças. 
e bom... eu estou feliz.


Postagem programada