14 de out de 2012

Just a Bitch 「3」


“Dizem que é fácil esquecer os seus problemas quando o tempo aquece, mais basta uma leve brisa para colocar a realidade em frente ao seu rosto.”


acordei meio atordoada com um pesadelo e com batidas na porta do quarto, olhei no relógio , o mesmo marcava exatamente 2:30 da manhã, esfreguei os olhos e levantei da cama, caminhei devagar até a porta e a abri encontrando Ryan e Chris segurando Justin, arregalei os olhos e dei passagem para que o colocassem na cama.

Eu: o que aconteceu?
Ryan: ele bebeu de mais.
Eu: mais porque? 
Chris: pelo que ele disse, apesar de não fazer nenhum sentido por ele ser o Justin, bebeu por causa de uma garota.

senti um nó formar-se em minha garganta no instante em que Chris disse "uma garota" estaria Justin gostando de alguém? estaria eu perdendo meu doentio amor?

Ryan: você cuida dele?
Chris: ele precisa de um banho.
Eu: claro, deixem comigo, podem ir.
Chris: tem certeza?
Eu: sim

Ryan e Chris me desejaram um "Boa Noite" e saíram do quarto deixando-me admirando o Justin, incrível como mesmo bêbado ele fica lindo, parece um anjo, caminhei até a cama e passei a mão em seus cabelos chamando sua atenção, ele me olhou e sorriu.

Jus: você é bonita.
Eu: obrigado , agora vem, vamos tomar um banho.
Jus: você não pode tomar banho comigo, você é menina e eu sou menino.

revirei os olhos, ele estava mesmo bêbado, o Justin que conheço provavelmente me atacaria ao invés de levantar essa questão.

Eu: eu não vou tomar banho com você, só você vai.
Jus: -sorri- tudo bem então.

o arrastei até o banheiro, o despi deixando-o apenas de cueca e o coloquei na banheira com água fria, sentei na beirada da mesma e sorri ao vê-lo brincando com a espuma da banheira, normalmente ele reclamaria pela água fria.
peguei um Shampoo e lavei seu cabelos carinhosamente, estavam fedendo a álcool.

Eu: eu te amo tanto

sussurrei enquanto o observava.

Jus: prova

disse me surpreendendo.

Eu: como?
Jus: me beija -faz bico-

sorri de canto e aproximei meu rosto do seu dando-lhe um selinho, ao término do banho o ajudei a voltar pro quarto, vesti uma cueca limpa nele e o deitei na cama, deitei ao seu lado e me virei ficando de costas pra ele.


...

Jus: Carly, você está dormindo?
Eu: não.
Jus: por quê cuida de mim? mesmo com tudo que te faço.

me virei o encarando, ele me parecia está mais lúcido.

Eu: se você quebrasse minhas pernas, me arrancasse o coração, me fizesse a pior coisa do mundo, eu ainda cuidaria de você.
Jus: mais por que?
Eu: eu não sei o por que, talvez por te amar mais que a mim mesma.
Jus: sabe que ao amanhecer tudo vai voltar ao normal não sabe?
Eu: sim -suspirei- eu sei.

ele sorriu de canto e se aproximou tocando seus lábios nos meus.

e são por momentos como esse que eu aguento tudo o que ele faz comigo, quando ele me maltrata, me humilha, me apego a esses momentos pra poder aguentar e não desistir dele.


[ ... ] 

acordei e como já esperava, Justin não estava ao meu lado, fiz minha higiene pessoal e desci pra tomar café, encontrei Justin com uma vadia sentada em seu colo enquanto conversavam, mesmo com o meu coração gritando "Se afaste dele vadia" ignorei e sentei, Chris apareceu e ao me ver sorriu, sorri de volta e Justin me olhou sério.

Jus: sobe
Eu: eu quero tomar meu café Justin
Jus: eu já disse pra subir, tem dois caras te esperando no quarto de hospedes.

suspirei e olhei pra Christian, sorri de canto e subi, entrei no quarto encontrando dois caras já quase transando, porém ao me verem entrar no quarto pararam e direcionaram sua atenção para mim, sorri de canto e comecei o que tinha de ser feito.


...

Justin P.O.V

merda, eu não to gostando da aproximação do Christian e da Carly, como nunca reparei antes? 
mais ele tem que saber, ela é MINHA VADIA, é apenas uma vadia, mais é minha.
empurrei a cadela que estava em meu colo e me levantei, tinha um assunto pra resolver, fui ao meu escritório encontrando meus 5 principais suspeitos me esperando, tinha um x9 entre nós e eu tinha que descobrir quem.

Eu: vamos, vou ser direto, quem de vocês está passando informações ao Dean?

fiquei parado, apenas prestando atenção na reação deles, e dentre os 5 um se destacou, ele estava nervoso, nervoso de mais pro  meu gosto.

Eu: ei, você de preto, um passo a frente, qual seu nome?
Xx: James
Eu: foi você James?
James: fo-foi sem querer Justin
Eu: como alguém passa informações sem querer?
James: ele me deu uma grana e...
Eu: acha que "uma grana" vale sua vida?
James: não mais.
Eu: tchau James

antes que houvesse resposta atirei em sua cabeça.


[ ... ]

o relógio marcava 8:00 da noite, todos já estavam no salão de festas, festa dada por mim na comemoração de uma parceria que fechei , e claro, Carly seria minha acompanhante, caminhei até o quarto mais não a encontrei, procurei no banheiro e nada, sentei na cama e fiquei esperando, 5 minutos depois Carly entrou no quarto, parecia cansada, estava suada.

Eu: onde você estava vadia? preciso de você pra festa
Carly: desculpe -sussurra- aqueles dois me fizeram transar com eles a tarde inteira
Eu: mais você entrou no quarto ao meio dia
Carly: eu sei.
Eu: arrume-se, você é minha acompanhante na festa.
Carly: por favor Justin, eu mal consigo me mexer.

ela me parecia realmente exausta...
a ajudei a tomar banho, vesti uma camisa minha nela e a deitei na cama, desci , fui pegar algo pra ela comer e quando voltei ela estava se vestindo.

Eu: o que está fazendo?
Carly: me arrumando
Eu: não precisa ir -coloquei a bandeja na cama-
Carly: tem certeza que não vai precisar de mim?
Eu: -sorri de canto- não, coma e descanse

caminhei até a porta e parei ao ouvi-la chamar meu  nome.

Carly: Justin
Eu: sim? -a olhei-
Carly: obrigado

ela levantou e veio até mim colando nossos lábios, entrelacei minhas mãos em sua cintura e a peguei no colo levando-a de volta pra cama.

Eu: Boa noite -falei ao nos separarmos- 
Carly: Boa Noite Justin.


hey babys, sem tempo, postagem programada.