17 de jul de 2012

Proibido - Cap 8


Pai: Justin -chamou papai assim que entramos em casa e o vimos descer as escadas-
Jus: o que foi?


perguntou grosseiramente
aviamos acabar de chegar do hospital e olhar pra Justin me trasia o melhor e o pior dos sentimentos


Pai: ajude sua irmã a subir as escadas 
Jus: por que o senhor mesmo não a ajuda?
Pai: porque vou preparar o almoço 
Jus: então manda o Daniel
Pai: ele vai me ajudar


Justin bufou e veio até mim, passou uma mão em volta da minha cintura e caminhamos até a escada, estava um pouco fraca o que dificultava um pouco caminhar, Justin praticamente me arrastava pela escada o que consequentemente me fez escorregar e cair batendo a barriga no chão, gemi de dor e Justin pela primeira vez no dia me olhou preocupado


jus: ai meu Deus o que eu fiz? -perguntou me pegando no colo-


ele me levou até o meu quarto e delicamente me deitou na cama, papai entrou e me olhou preocupado


Pai: o que foi meu amor?
Eu: dor, estou sentindo muita dor 
Pai: eu vou trazer um remédio pra você e já volto


dito e feito, não demorou nem alguns minutos e ele voltou me entregando um copo e um comprimido, tomei e me ajeitei na cama.


Pai: Justin, fique aqui e não saia até que sua irmã durma ou melhore
Jus: mais eu ia sair com a Soraia 
Pai: não me importo se você vai sair com a Soraia ou com a rainha da inglaterra, fique aqui com ela e não a deixe só me entendeu bem? -falou sério o que era bem raro- 
Jus: -suspira- certo


papai saiu e Justin se jogou na poltrona que tinha no canto do meu quarto


Eu: Jus
Jus: me deixa em paz
Eu: me desculpa, por favor, eu achei que você iria ser o primeiro a me apoiar na decisão de abortar o bebê
jus: eu já mais te apoiaria, você me privou de ver meu filho correndo pela casa, de ensiná-lo a jogar futebol, a conquistar garotas, me privou e brincar com ele, me privou de ser pai
-falou chorando e eu não estava diferente-
Eu: Jus eu... 


me calei, afinal o que falar? eu o magoei, matei o filho dele


Jus: você o matou Sam, ele era só uma criança inocente, não tinha culpa de nada, não tinha culpa pelos nossos erros
Eu: por favor nao me faça sentir pior do que já estou


falei chorando sentindo meu coração apertar até quase sumir do peito, levantei da cama e meu corpo todo reclamou, caminhei cambaleando até Justin e sentei em seu colo de 
frente pra ele, ele envolveu minha cintura e escondeu o rosto em meu pescoço e eu fiz o mesmo, choramos, choramos juntos...


depois de alguns minutos nos acalmamos, me afastei um pouco e o olhei nos olhos.


Eu: me perdoa
Jus: desculpa Sam, não dá
Eu: eu não posso viver sem seu perdão
Jus: então se mate, porque meu perdão você nunca vai ter.


falou me tirando de seu colo e levantando-se.
as pessoas as vezes deveriam pensar e rever o peso de suas palavras, puxei a poltrona até a sacada e a encostei no ferro da mesma, subi em cima do braço da poltrona e coloquei um pé em cima do ferro da sacada, senti o vento frio bater em meu rosto e me arrepiei, fechei os olhos e quando ia pular ouvi uma voz conhecida gritando.


Gio: Sam, não, não faça isso por favor


gritou lá de baixo


Jus: Gio você... Sam ?


falou Justin e ao me ver na sacada mudou o rumo de sua frase.
o tempo em que eu estava em devaneios foi o tempo para que Justin e Giovane entrassem em meu quarto junto a papai e Daniel


Eu: não se aproximem ou eu pulo 
Pai: filha, saia dai meu amor -pediu chorando-
Jus: Sam saia dai
Gio: Sam -se aproxima-
Eu: fique longe
Gio: eu não vou te impedir de fazer nada, só quero conversar


falou chegando mais perto e em um movimento rápido me puxou pelo braço apertando-me contra o seu peito



Eu: Gio -sussurrei chorando- 
Gio: pequena, por que tentou se matar
Eu: Jus -sussurrei novamente-

Gio se afastou de mim e foi até Justin o socando no rosto

Gio: isso é pra você aprender a não magoar a minha pequena seu canalha 

falou enquanto papai e Daniel me abraçavam 

Jus: o que ela fez foi bem pior?

falou com raiva e saiu do quarto. 

[ ... ]


Dia seguinte

Justin P.O.V

o que estou fazendo afinal? por causa de mim minha pequena quase se matou, tudo bem que ela fez algo que pra mim está sendo difícil perdoar, mais eu a amo e isso não dá mais pra negar.
levantei de má vontade e fiz minha higiene, desci e papai já via saído pra trabalhar com Daniel, o café estava pronto, preparei uma bandeja de café da manhã, subi até o quarto da 
Sam que ainda estava dormindo, abri as cortinas vendo-a resmungar baixinho, ri e fui até ela desembrulhando-a

Sam: me deixa dormir papai -resmundou virando de barriga pra baixo- 
Eu: levanta pequena 

falei e ela assustou-se ao ouvir minha voz e acanbou caindo da cama

Eu: você tá bem?

a ajudei a levantar

Sam: e-eu to bem -falou corando e sentando na cama-

a entreguei a bandeja e ela corou ainda mais

Sam: o-obrigado ,mais porque isso?
Eu: é um pedido de desculpas por ontem, por causa de mim você quase fez besteira 

ela abaixou a cabeça e começou a tomar o café que eu avia trazido...

ao término do café peguei a bandeja colocando-a de lado e sentei de frente a Sam, a puxei colocando-a sentada em minhas pernas, com as dela em volta da minha cintura, ela corou e eu sorri 

Eu: você me desculpa por ontem?
Sam: sim -sorri-
Eu: eu queria te pedir outra coisa
Sam: o quê?
Eu: você aceita namorar comigo? eu sei que vamos ter que enfrentar muitas coisas pela frente mais quero enfrentá-las ao seu lado.
Sam: o-o que você perguntou?
Eu: quer namorar comigo? -repeti sorrindo- 
Sam: quero, quero, quero 

falou sorrindo e me beijou

Eu: eu ainda vou precisar de um tempo pra te perdoar, mais você entende né?
Sam: sim, e espero todo tempo do mundo pelo seu perdão 
Eu: eu te amo Sam
Sam: eu também te amo -sorri- 

...

passamos a tarde assistindo TV e brincando um com o outro, até da 20:00 da noite e papai e Daniel chegarem, preparam o jantar e nos sentamos a mesa, era hora de contar a novidade.


..................................
Continua...   |  15 comentários 
...........................................................................................................
Amores da minha vida, ta ai um Cap Big pra vocês.
...........................................................................................................
Recado a Rafaela e a Beki(moderadoras do blog)

Eu: irei postar "Proibido" Segunda & terça
Beki : você ira postar "part of me" quarta & quinta
Rafela: você irá postar "Perfect" sexta e sábado
Domingo ninguém posta, será nossa folga
por que isso? pra que minhas princesas tenham tempo de comentar em todas as histórias.
esse esquema começa semana que vem
...........................................................................................................
Obrigado pelos comentários vidas minhas *-*
...........................................................................................................