11 de jul de 2012

proibido - Cap 3




Dia Seguinte

abri os olhos com a claridade da janela que no momento não era nem um pouco bem vinda por mim.

Daniel: bom dia princesa

falou Daniel beijando-me a testa

Eu: bom dia papai
Daniel: vamos descer para o café da manhã?
Eu: sim, só vou escovar os dentes
Daniel: certo -sai do quarto-

levantei com muita má vontade e rumei para o banheiro, fiz minha higiene e desci encontrando , papai, Daniel e Justin já a mesa, cumprimentei papai e Justin mais só de um ouve resposta. 
abaixei a cabeça e sentei na mesa me servindo.

...

olhei no relógio que marcavam exatamente 20:00 da noite, papai e Daniel aviam saído pra trabalhar e Justin estava no quarto com uma vadia qualquer, meu coração apertava cada vez que ouvia a voz dela junto a dele, preciso do Giovane. 
peguei meu celular que até então estava jogado em cima da cama e disquei seu número.

Ligação On

Gio: oi Sam
Eu: Giovane
Gio: tudo bem amor?
Eu: não , eu não to bem
Gio: o que tá acontecendo?
Eu: preciso de você, podemos nos falar pessoalmente?
Gio: claro
Eu: Certo
Gio: chego ai daqui a pouco
Eu: te espero , daqui a 15 minutos?
Gio: sim
Eu: ok 
Gio: tchau princesa, te amo, não esquece tá.
Eu: tchau, também te amo

Ligação Off

deitei na cama e esperei, em exatos 15 minutos bateram na porta do meu quarto, levantei e a abri, ao ver Giovane pulei em cima dele o abraçando enquanto algumas lágrimas caiam, só ele me entendia , Giovane também era gay, o conhecia desde os 14 anos.

Gio: ei, ei , o que foi meu amor?
Eu: eu.. eu estou acabada Gio 
Gio: o que aconteceu?  
Eu: eu, eu estou apaixonada por um garoto e ele.. ele não me ama como eu o amo
Gio: quem é esse idiota que está te fazendo sofrer?

ele sentou-se na cama e me puxou colocando-me em seu colo

Eu: Justin

sussurrei com medo do que ele pudesse falar ou fazer, com medo que ele me desprezasse por estar apaixonada por meu próprio irmão.

Gio: você está apaixonada pelo seu irmão?
Eu: sim
Gio: -sorri- eu já sabia
Eu: -arregalei os olhos- o quê? mais como? nunca contei a ninguém.
Gio: percebi assim que te conheci, o jeito que você olha pra ele entrega tudo
Eu: o que eu faço ? -perguntei choramingando- 
Gio: que tal namorar comigo ?
Eu: -arregalei os olhos novamente- e-eu, achei que você fosse gay
Gio: -revira os olhos- e eu sou, mais que tal namorar comigo pra tentar fazer ciumes ao Justin, um namoro de faixada.
Eu: eu não sei
Gio: é sua última opção
Eu: certo
Gio: bom.. agora que eu já consolei minha boneca vou embora -se levanta-
Eu: aah -fiz bico-
Gio: o que foi?
Eu: dorme comigo?
Gio: tá ficando viciada nisso né? -rir-
Eu: é que seu corpo é aconchegante 

ele revirou os olhos e se deitou ao meu lado me aninhando em seu corpo, pelo menos assim dormiria tranquila... 

Dia seguinte

abri os olhos lentamente e não vi o Gio, olhei para o lado e vi um bilhete em cima da minha escrivaninha, peguei o mesmo e comecei a lê-lo.


Oi princesa, desculpa ter saído sem avisar, mais como você sabe trabalho cedo então tive que sair as 8:00 e não quis te acordar, te vejo as 20:00. beijos Gio


amacei o bilhete e fui cambaleando até o banheiro, me olhei no espelho e meu Deus, eu estava mais horrível do que já sou, tomei banho, fiz toda minha higiene pessoal e sai do banheiro, me vesti e disfarcei as olheiras com maquiagem, sorri , um lindo e enorme sorriso falso, espero que ninguém perceba, e agora começa meu plano..
desci as escadas com um sorriso estonteante no rosto e sentei a mesa junto aos outros.


Eu: Bom Dia pai, Bom dia Daniel e Bom dia Justin
Pai: bom bia princesa
Daniel: bom dia meu amor


Justin não respondeu, apenas me olhou de canto de olho.


Pai: por que está tão feliz? -perguntou enquanto eu me servia-
Eu: por que estou namorando -sorri-


no mesmo instante em que falei Justin cuspiu o café que estava tomando


Jus: desculpa, tava quente


falou quando papai o olhou o repreendendo, me segurei pra não rir


Daniel: e quem é? nós conhecemos?
Eu: sim, vocês conhecem, ele vem pra jantar hoje assim o apresento a vocês -sorri-

após o café papai e Daniel saíram pra trabalhar e eu fui pra sala assistir TV, depois de alguns minutos Justin chegou sentando-se no outro sofá.


Jus: namorado é?
Eu: sim, namorado
Jus: e qual o nome dele?
Eu: não é da sua conta
Jus: to começando a achar que ele não existe
Eu: e porque se importa tanto com isso?
Jus: er.. eu.. eu não me importo 
Eu: sei -falei sorrindo e sai-

por dentro eu estava sorrindo ao ver o quão ele se importava comigo...

{ ... }


................................................
Continua...   |  15 comentários 
............................................................................................................
Kady o Fc é no orkut
............................................................................................................





Proibido - Cap 2



sai do quarto e parei em frente a porta do quarto da Sam.
fiquei em frente a ela durante 5 minutos até finalmente criar coragem de bater na mesma.
depois de 1,2,3 batidas a Sam finalmente a abriu e ficou me encarando.
 os olhos levemente inchados e vermelhos indicando que ela avia chorado mais, desviei o olhar, não queria me sentir culpado por tê-la feito chorar.

Eu: ainda preciso pedir desculpas ao papai e não consigo fazer isso sozinho. -falei meio sem graça-

ele bufou e passou a minha frente descendo as escadas, desci em seguida, paramos na porta da cozinha onde pegamos uma cena nada agradável pra mim, papai estava na pia lavando algo e Daniel estava o abraçando por trás, revirei os olhos e Sam se aproximou deles.

Sam: papai 
Pai&Daniel: sim -falaram juntos o que foi engraçado-
Sam: estou falando com o papai mesmo
Daniel: certo -falou voltando-se pra pia-
Pai: filha, você estava chorando princesa?
Sam: não papai
Pai: mais seus olhos, estão...
Sam: Justin quer falar com você. -falou o interrompendo-
Pai: fale Justin - sam se afastou- 
Eu: er.. eu. . eu queria pedir desculpas, a você e a Daniel, pedir desculpa pelo modo que venho agindo esses últimos anos, me desculpe por ter pegado tão pesado dessa vez, eu só falei da boca pra fora, eu te amo e não me importo que você seja gay e seja casado com um noge... cara , tenho orgulho de ser seu filho
Pai: Justin -sussurrou com lágrimas nos olhos-

aproximou-se mais e me abraçou, só ai percebi que Sam não estava mais presente

Daniel: a Sam não parece está bem
Pai: Justin você...
Eu: sim papai, eu falo com ela

sai da cozinha e subi direto, bati na porta do quarto da Sam e a abri encontrando-a sentada na cama mais uma vez chorando

Sam: o que você quer Justin? sai daqui, não quero falar com você
Eu: por que está assim? foi só um beijo Sam
Sam: que droga -grita- esse é o problema, pra você foi só um beijo mais pra mim não.
Eu: como assim? me explica 
Sam: foi o meu primeiro beijo , pronto falei
Eu: eu.. eu não sabia, desculpa Sam
Sam: eu queria que fosse com alguém especial 
Eu: e eu não sou especial o suficiente? 
Sam: não é isso, é que.. a merda... não consigo 
Eu: não consegue o quê? 
Sam: droga Justin, você.. você é especial até de mais e esse é o problema
Eu: eu ainda não entendi -estava realmente confuso-
Sam: -respira fundo e fecha os  olhos- eu te amo, te amo desde os 13 anos, e não é amor de irmão, eu te desejo, desejo seus toques, seus beijos, seu corpo junto ao meu, desejo você por completo -falou corando ao final-

arregalei os olhos, como assim me ama? fiquei pálido e o meu coração parou por alguns segundos, sai do quarto sem dizer A nem B, apenas sai, entrei em meu quarto e me joguei na cama olhando pro teto, lembrei de quando tinha namoradas e via Sam chorar e sempre que eu perguntava ela dizia "nada", me doeu lembrar de quantas vezes a fiz chorar mesmo sem saber... mais somos irmãos, isso é loucura, quer dizer, eu comecei quando a beijei mais.. mais... somos irmãos e pronto, me afastar dela, isso, é isso que vou fazer, quem sabe assim ela me esqueça.

Sam P.O.V

o que me deu na cabeça pra contar o que eu sinto por ele? ele nunca mais vai olhar na minha cara, nunca, nunca mais, aah, eu me odeio, me odeio, que tipo de monstro eu sou? como pude me apaixonar pelo meu próprio irmão? como pude desejá-lo? tenho nojo de mim.
deitei na cama enquanto as malditas lágrimas caiam novamente, depois de tanto chorar finalmente consegui pegar no sono...

Daniel: Sam, Sam, acorde, hora do jantar princesa

abri os olhos lentamente vendo Daniel me olhar preocupado

Eu: não quero comer nada
Daniel: o que está acontecendo ?
Eu: nada
Daniel: pois se não está acontecendo nada vamos descer pra jantar

falou ele me puxando da cama e me colocando em suas costas, saiu do quarto e começou a descer as escadas correndo enquanto eu gritava pedindo pra que ele me colocasse no chão, ao chegarmos na sala ele me colocou sentada na cadeira ao lado de Justin que me ignorou totalmente..
aquilo doeu, doeu mais que mil facadas em meu peito. começamos  a comer e pra minha sorte em silêncio.

Pai: filha

ou não tão silêncio assim

Eu: sim papai
Pai: o que você tem? está abatida 
Eu: não é nada -forcei um sorriso-
Pai: não minta pra mim Sam
Eu: -suspira- estou apoixonada
Pai: mais isso é motivo de felicidade não de tristeza
Eu: mais ele não me ama pai, tenho certeza que ele tem nojo de mim e nosso amor é proibido.
Pai: -rir- olhe pra mim e pra Daniel Sam, aos olhos da sociedade nosso amor é proibido, mais quem se importa? o amor não escolhe cor, raça ou sexo 
o amor não escolhe riqueza ou pobreza.. ele simplesmente acontece., foi assim comigo e com Daniel, vai ser assim com você e com esse garoto, tenho certeza.
Eu: papai, E quando o amor acontece e é proibido? devemos desistir ou lutar por ele?
Pai: -sorrir carinhosamente- lutar até sua ultima força

olhei para Justin e desviei o olhar sorrindo tristemente

Sam: pode me dá licença papai? perdi a fome
Pai: claro querida , e lembre-se, lute até sua ultima força

forcei um sorriso - o que venho fazendo muito ultimamente- e subi as escadas, A vida é tão injusta , a sociedade é tão injusta, por que? tantos caras pra eu me apaixonar e fui me apaixonar logo pelo idiota do meu irmão, eu me odeio, me odeio, me odeio.
me joguei na cama e finalmente fui vencida pelo cansaço...


................................................
Continua...   |  15 comentários 
............................................................................................................
Se vocês continuarem comentando assim vou tentar fazer esse Imagine pelo menos até o cap 30
............................................................................................................
Respondendo:

  • Mundo do Bieber : Oi que bom *-*
  • Imagine Simpsonizer's: continuei.
  • *Imagine Belieber* : que bom amor, continuei *-*.
  • Kady: kkk, acho que não, sei que tu tá gamando no Edu u.u, olha, a única rede social que ele tem é o meu Fc, então pra entrar em contato com ele você vai ter que add o Fc, entra lá na pág contatos e adicionar Fc bieber rei do swag, o Edu tá on quase sempre. e então amor, o que você não entendeu? só falar que te explico.
  • Belieber : continuei, pois é, ele ser um menino mal, awwn que bom amor
  • ayslla maria: owwn *-*, obrigado amore, continuei.
  • Digo: owwn *-* que bom bebê, continuei.
  • Júlia : continuei, obrigado, kkkk sem paciência u.u, Justin ser um menino mal, saudades também amor. 
  • Thaaý : pois é, pais gays u.u, nem é tão barra assim, Justin que faz guerra em copo de água, pois é kkk, gosto de coisas diferentes, owwn, postei agora mate sua curiosidade, e ainda não sei que tamanho vai ser amor, vou tentar fazer mais longo. I ♥ U
  • Anônimo : continuei, próximo comentário deixe nome ou twitter
  • Anônimo: awwn *-* obrigado amoor, continuei.  próximo comentário deixe nome ou twitter
  • Anônimo: obrigado, continuei.  próximo comentário deixe nome ou twitter
  • Anônimo: safadenho mesmo (66', continuei.   próximo comentário deixe nome ou twitter
  • Dianna: obrigado, continuei. 
  • Carlla : hehe, agora mate sua curiosidade
  • Laila : Obrigado baby, obrigado mesmo, continuei.
  • Gabie Mimi: hehe, obrigado, continuei agora mate sua curiosidade u.u


............................................................................................................