30 de jun de 2012

✞ Superação |2|


Essas feridas parecem não cicatrizar
Essa dor é tão real
Há tantas coisas que o tempo não pode apagar






Conti as lágrimas, não iria chorar, não agora, queria voltar a cantar mais as lembranças não saiam da minha cabeça, lembrei-me de quando papai morreu, foi em um assalto na minha casa, ele foi ver o que estava acontecendo e acabou levando um tiro, depois disso fui para em um tipo de escola/orfanato, ficaria lá durante um ano, até minha tia voltar de viagem, lembrando-me da escola/orfanato acabei lembrando do meu pequeno, meu pequeno anjo, Justin, sorri só em lembrar-me que quando a vida parecia a pior possível, ele apareceu e deu sentido a ela, quando sofria bullying naquela maldita escola/orfanato ele foi o único que me estendeu a mão


 ✞ Flash Back On  


Eu: oi

falei com algumas garotas que estavam lanchando
Sofia, Paola, Emily

Sofia: por que tá falando com a gente?
Paola: é, quem te deu permissão pra isso?
Eu: eu só pensei que...
Emily: oh, ela pensa

falou e as outras caíram na risada, virei-me pra sair dali mais uma delas colocou o pé no meio, acabei caindo por cima da minha comida sujando-me toda, não me dei ao trabalho de levantar, apenas comecei a chorar, odiava essa escola/orfanato, todos ali me odiavam, até mesmo os professores, todos se acham melhor do que os outros, mal sabiam eles que eram piores.
Lá no canto estava meu pequeno anjo, Justin,ele levantou-se de onde estava e veio na minha direção, ele nunca avia falado comigo antes. também, fazia pouco tempo que estava ali
Ele chegou perto de mim e estendeu a mão para que eu a segurasse e me levantasse, assim fiz, segurei sua mão e me levantei.

Justin: tudo bem?
Eu: por que está me ajudando? todos aqui me odeiam -sussurrei-
Justin: eu não te odeio, te ajudei porque você parece ser legal

falou sorrindo fazendo-me corar

Sofia: por que está falando com essa coisa Justin?

falou e eu apenas abaixei a cabeça

Justin: estou falando com ela porque eu quero, porque se fosse pra não falar com ela eu também não falaria com você que é uma pessoa egoísta, mimada , sem graça e que é tão insegura de si que só se sente bem fazendo com que os outros se sintam mal.

falou fazendo-a calar  a boca e virou-se pra mim, senti sua mão em meu queixo, ele se aproximou de mim e ergueu minha cabeça

Justin: nunca abaixe a cabeça pra nada nem ninguém, você é uma princesa e se abaixar a cabeça a coroa cai

sussurrou no meu ouvido e me abraçou sem se importar se se sujaria ou não, o apertei contra mim e mais uma vez deixei que as lágrimas caíssem, ele me abraçou de lado 

Justin: vamos, você precisa de um banho

falou me puxando rumo aos dormitórios, sorri e fui junto a ele, quando estávamos ao lado da porta do meu dormitório ele me empurrou contra a parede e colocou o corpo junto ao meu

Justin: você é a coisa mais linda que já vi sabia?

falou me fazendo corar e abaixar a cabeça

Justin: não abaixa a cabeça princesa se não a coroa cai, lembra?

falou erguendo minha cabeça
aproximou-se de mim e me beijou, não foi bem um beijo, foi apenas um selinho, afinal eu tinha 7 anos e ele 10.


 ✞ Flash Back Off  


depois daquilo nos tornamos grandes amigos, ou melhor, namorados, porém 1 mês depois a mãe dele veio e disse que não precisava mais que ele ficasse ali, a despedida foi dolorosa pra nós dois, mais antes de ir ele prometeu que voltaria pra me buscar e mesmo já tendo passado 8 anos, ainda tenho a esperança de que um  dia possamos nos encontrar de novo.
lembro-me dele perfeitamente, seus olhos cor de mel, sua boca carnuda, suas bochechas levemente rosadas, seu cheiro viciante, lembro-me de tudo, e mesmo depois de anos, o reconheceria em qualquer lugar.
Dizem que leva um minuto para encontrar uma pessoa especial, uma hora para apreciá-la, um dia para amá-la,mas uma vida inteira para esquecê-la. 



suspirei e as lágrimas que tanto lutei pra segurar caíram molhando minha face, fechei os olhos e senti alguém beijar minha testa, abri os olhos e abri um largo sorriso ao ver quem era, levantei e pulei em cima dela a abraçando

Eu: Scarlet, quanto tempo, você me abandonou
Scarlet: você sabe que eu estava viajando
Eu: aé, tinha esquecido
Scarlet: em fim, só vim pra dizer que te arrumei um emprego
Eu: sério?
Scarlet: sim, você vai trabalhar na casa de um amigo meu, na verdade ele é melhor amigo do meu namorado
Eu: eu vou trabalhar em quê?
Scarlet: empregada 
Eu: eu só tenho 15 anos, acha que ele vai aceitar que eu trabalhe lá
Scarlet: ele já aceitou, na verdade está te esperando
Eu: aa, obrigado, obrigado Scarlet 

falei pulando em  cima dela novamente

Scarlet: de nada agora vamos
Eu: pra onde?
Scarlet: pegar suas coisas, além do trabalho você também passa a morar lá
Eu: aaa, obrigado, obrigado mesmo 



[ ... ]



Eu: pronto, 

falei terminando de colocar as minhas poucas roupas dentro de uma mala, saímos do pequeno quarto onde morava e caminhamos por alguns minutos até o carro de Scarlet.


...



depois de 1 hora no carro finalmente chegamos, Scarlet parou em frente a uma enorme mansão, ela pegou na minha mão e caminhamos até a porta, ela tocou a campainha e um garoto atendeu.

Scarlet: oi amor

falou ela o beijando, então esse era o namorado dela

Scarlet: Chaz essa é a Dakota, lembra que te falei dela? 
Chaz: lembro, oi Dakota
Eu: oi Chaz

respondi meio sem graça, entramos e Scarlet em momento algum soltou minha mão, caminhamos até uma enorme sala, avistamos um garoto de costas, o cabelo dele me era familiar.

Scarlet: hey Justin, Dakota sua mais nova empregada chegou

falou ela me abraçando de lado, o que achei mais estranho foi esse garoto ter o mesmo nome do meu pequeno, ah, deve ser apenas uma coincidência.

Justin: até que em fim, pensei que tinha morrido no caminho Scartel -rir-

falou ele se virando e eu quase cai pra trás, não podia ser ele, mais eu reconheceria aqueles olhos a quilômetros de distância, involuntariamente um sorriso brotou em meus lábios e por alguns segundos meu coração parou de bater, sem pensar caminhei até ele e o abracei forte deixando que algumas lágrimas escapassem 

Eu: meu pequeno 

sussurrei 

Justin: uol, se acalma

falou me afastando de si 

Eu: vo-você...
Justin: acalme-se sim , vem

falou me puxando até uma enorme cozinha, pegou um copo de água na geladeira e me entregou

Justin: mais calma?
Eu: sim, obrigado

falei corando e abaixando a cabeça

Justin: é Belieber?
Eu: belieber?
Justin: sim, minha fã
Eu: ah, não
Justin: então porque me abraçou e ficou tão nervosa?
Eu: não sabe quem eu sou?
Justin: desculpe mais não

aquelas palavras partiram o meu coração, então meu pequeno não lembra de mim? ele não lembra que é meu pequeno e eu sua princesa? doeu, doeu muito, porque o que eu sentia por ele não era amor de criança, e mesmo distante, esse amor foi se fortalecendo a cada segundo, cada minuto, cada hora...
algumas lágrimas começaram a cair, ele tentou colocar a mão em meu rosto para enxugá-las mais eu me afastei, não vou contar a ele quem sou, se ele não se lembra é porque não fui importante o suficiente, ele foi minha vida e eu só um capítulo da dele, talvez nem lembre mais que um dia me conheceu, eu realmente fui uma boba, o que eu achei afinal? que quando o reencontrasse ele me abraçaria me pediria em namoro depois nos casaríamos e viveríamos felizes pra sempre? fala sério, eu sou uma idiota.

Justin: Dakota, está me ouvindo? 

chamou ele tirando-me de meus pensamentos, ergui minha cabeça e nosso olhares se encontraram, ambos brilharam intensamente, ele desviou o olhar e coçou a nuca, estava sem graça, conheço cada gesto seu

Eu: sim, estou 
Justin: por que está chorando?
Eu: não é nada

falei enxugando minhas lágrimas e indo em direção onde Scarlet estava

Eu: Scarlet não dá pra trabalhar aqui

falei puxando-a para afasta-la de Chaz

Scarlet: fala sério Dakota, eu arrumei um trabalho pra você e você vai recusar?
Eu: me desculpa mais não dá
Scarlet: por que não?
Eu: você sabe de toda minha história certo?
Scarlet: sei
Eu: lembra que te falei do meu pequeno?
Scarlet: lembro, e daí ?
Eu: Justin é meu pequeno
Scarlet: eu sei, você já me falou lembra
Eu: não Scarlet, esse Justin é o meu pequeno Justin
Scarlet: quer dizer que
Eu: sim, e o pior, ele não lembrou de mim
Scarlet: não fica assim, aceite o emprego e mostre que é forte, quem sabe ele te reconheça, ou eu posso contar a ele e...
Eu: não, não conte, e tudo bem, fico com o emprego.


[ ... ]


comecei o trabalho logo, Scarlet foi embora com Chaz e eu fiquei já começando a limpar a casa, já avia me instalado em um dos quartos, caminhei até o quarto de Justin, estava uma bagunça, peguei algumas roupas jogadas em cima da cama e abri uma gaveta pra colocá-las lá, vi uma foto e a curiosidade falou mais forte, peguei a foto e meus olhos se arregalaram ao ver que quem estava na foto era eu, eu quando era pequena, sorri, então ele lembra que me conheceu, ele lembra de mim.

Xx: o que está fazendo?

perguntou uma voz visivelmente irritada.



C O N T I N U A 
Oii paçocas lindas, como vocês estão? espero que bem u.u
então... gostaram do segundo cap? quero resposta u-u
Já estou trabalhando em um novo imagine, isso mesmo, esse novo imagine vai ser bem enrolado, o nome vai ser POR ACASO esse eu tenho certeza que vocês vão amar *-*



Cadê meu Digo?  cadê minha Beki?
Júlia, sim, senti sua falta
Ana Beatriz, tava com saudades, mais sim eu entendo 
Me adicionem no Facebook minha bebês. Facebook:(clique aqui)