25 de jun de 2012

Sequestro Cap 10 ✧



-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Chegamos ao hospital, entrei com Skiler no colo, comecei a gritar por ajuda e ao verem o estado dela logo vários médicos nos deram atenção, um deles a pegou e a colocou em uma 
maca.

fiquei esperando por meia hora, foi a meia hora mais angustiante da minha vida, quando eu estava prestes a ir espancar os médicos um deles apareceu.


Dr: está com a paciente que chegou com os pulsos cortados?
Eu: sim, Skiler é o nome dela
Dr: bom Sr...
Eu: Justin
Dr: bom Sr Justin, a noticia que tenho pra você não é boa
Eu: fala logo
Dr: sinto muito, mais Skiler faleceu, ela não resistiu aos ferimentos, perdeu muito sangue, se fossem só os ferimentos nas costas ou só os cortes talvez tivessemos conseguido salva-la.


falou ele saindo
senti meu coração afundar no peito e as lágrimas que dificilmente caiam molharam minha face, ela morreu, ela morreu e a culpa é minha, se eu não fosse tão covarde, se eu tivesse 
demostrado, se eu tivesse dito a ela o quanto a amo talvez ela estivesse viva.
sai do hospital e entrei no carro, não olhei pra Damon, se o olhasse o mataria porque a culpa é minha mais uma boa parte é dele.


Damon: cadê a Skiler?  ...  Cadê a Skiler Justin?
Eu: ela faleceu 
Damon: -chocado-  porque?
Eu: por sua culpa seu filho da puta


gritei dando-lhe um soco, sai do carro e caminhei um pouco, peguei um táxi e segui pra casa, ao chegar e entrar ouvi um choro baixinho, fui a sala e vi Caio encolhido no canto do sofá


Eu: Caio


o chamei sentando-me ao lado dele


Caio: acordei e quando não vi ninguém fiquei com medo


falou o pequeno me abraçando, e agora? como contar pra ele?


Eu: Caio eu tenho uma coisa pra te contar
Caio:  o quê?
Eu: bom, é que, a Skiler, ela ... ela...
Caio: o que tem ela? cadê a Skiler?  -pergunta nervoso-
Eu: ela, ela morreu Caio
Caio: o-o quê?
Eu: sinto muito
Caio: eu quero a Skiler


falou ele chorando e me abraçando.




-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O N T I N U A...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Cap pequeno porque já é tarde mais como tinha 13 comentários decidi postar, então se tiver comentários posto o próximo amanhã a tarde
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
você não precisa ser um boylieber, só tem que respeitar o Justin, e é claro que você é fofo >.< SUPER fofo, me fala seu nome que é mais fácil pra te responder
cadê minha Kady, Minha Tatah e Minha Dani?
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Bjos bebês e até amanhã
Boa noite! *-*







Sequestro Cap 9 ✧


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Justin  virou-se bufando e deu-lhe um tapa na cara
Skiler caiu no chão com a mão no rosto e o olhou, Justin a levantou e a jogou na cama


Justin: vou te ensinar como me tratar 

Justin subiu por cima de Skiler e começou a tirar-lhe a roupa sem se importar com Damon que estava desmaiado, Skiler não reagia, não queria mesmo reagir,
 não queria bater nele, não tinha coragem, queria ver até onde ele iria.

Skiler: pare Justin
Justin: quando vai apredender que não está de férias e sim que foi sequestrada? você tem que respeitar a mim e a Damon, mesmo que eu não concorde com o que ele fez com você 
antes e com o Caio agora, exijo que o respeite.

falou dando um tapa na cara da garota.

Skiler: eu entendi
Justin: repete

falou dando-lhe outro tapa

Skiler: eu entendi

falou sussurando
maior que a dor em seu rosto era a dor em seu coração, mesmo não querendo avia apaixonado-se por ele, avia apaixonado-se por seu sequestrador,  e agora? o que fazer? estava 
perdida.

Justin: agora tire o que sobrou das suas roupas

ordenou ele e Skiler rapidamente fez o que lhe foi ordenado, não iria mais lutar contra ele e Damon, não tinha mais forças pra isso, iria apenas obedecer, como um cachorrinho
em uma coleira.
Levantou-se da cama e tirou suas roupas intimas que era o que avia sobrado.

Skiler: pronto Justin -sussurra de cabeça baixa-
Justin: agora senta aqui

falou chamando-a pra sentar em seu colo, o mesmo já estava sem roupa sentado na cama com as costas encostadas na cabeçeira da cama.
Skiler obedeceu e sentou-se no colo do mesmo encaixando-se perfeitamente em seu membro, Justin fez movimentos de sobe e desce, gemia baixinho enquanto Skiler apenas ficava
em total silêncio, Justin preferia quando ela gemia porém não falou nada, aquele não era bem o Justin que Skiler achava que conhecia, depois de 15 minutos na mesma posição
pode-se ouvir um choro baixinho, Skiler deixava que as lágrimas caissem livremente enquanto fungava baixinho, tudo que queria naquele momento era ir pra casa e chorar no colo
de sua mãe enquanto dizia que se apaixonou pela pessoa errada.

Justin: ah Skiler, eu vou...

E antes que terminasse a frase gozou dentro da garota, a levantou de seu colo colocando-a na cama, Skiler levantou-se e pegou as roupas vestindo-as enquanto Justin a observava

Skiler: posso ir Justin? -sussurra de cabeça baixa-
Justin: pode

fala tentando ser o mais frio possivel 
Skiler saiu e foi até o quarto ver Caio, o pequeno estava dormindo, deu-lhe um beijo na testa e saiu indo em direção ao quarto que Caio ficava antes, não ficaria mais no quarto de 
Justin,
não merecia tanto, afinal era só uma escrava sexual não é mesmo?

[ ... ]

dia seguinte

Justin acordou-se primeiro que todos na casa, fez o café da manhã e levou pra Damon na cama, logo em seguida foi ao quarto de Caio.

Justin: posso entrar? -bate na porta- trouxe  o café da manhã
Caio: pode

falou Caio sentando-se na cama, Justin o entregou o café e saiu, pegou outra bandeja de café da manhã e foi ao "quarto de Skiler"
quando não a encontrou no quarto enfureceusse ao pensar que ele poderia ter fugido

Justin: SKILER, ONDE VOCÊ ESTÁ SUA VADIA?  -grita- SKILER, APAREÇA OU MATO O CAIO -grita novamente-

começou a procura-la pela casa
enquanto isso no quarto Skiler acordou assustada com os gritos, ao ouvir o nome de Caio levantou-se desesperada com medo do que podesse acontecer com seu pequeno , saiu do 
quarto e começou a andar pelo corredor até sentir um enorme impacto em suas costas fazendo-a cair no chão, Justin avia a empurrado, a mesma virou-se no chão assustada e o
olhou

Justin: onde você estava?
Skiler: no quarto onde Caio ficava, já que sou só uma escrava sexual imaginei que não merecesse ficar em seu quarto.

falou tudo de cabeça baixa, e Justin? bom, Justin sentiu seu coração apertar até quase sumir do peito, mais era bom ator então sabia perfeitamente como esconder seus sentimentos.
Skiler levantou-se e ficou o encarando

Justin: o que foi? perdeu alguém parecido comigo?
Skiler: alguém como você eu nunca perderia -sussurra-
Justin: o quê?
Skiler: nada
Justin: fala porra -grita-
Skiler: alguém como você eu nunca perderia -grita mais alto-

Justin ficou parado sem saber o que falar enquanto via as lágrimas decerem lentamente pela face de Skiler.

Justin Narrando

o que ela quer dizendo isso? me deixar pior? se é isso ela conseguiu, tudo bem, eu sou apaixo... eu não vou dizer isso, mesmo que eu goste dela não vou aceitar que ela distrate Damon
tudo bem que ele não é a melhor pessoa do mundo e que na maioria das vezes só faz besteira, mais qual é, ele é meu melhor amigo e não vou deixar que nem uma vadia faça algo de 
ruim
com ele ou fale mal dele, quem você quer enganar Justin, você a am... CALA  A BOCA CONSCIÊNCIA.
ótimo, agora eu to ficando maluco
Abrace ela Justin, eu sei que você quer. CALA A BOCA COSCIÊNCIA, EU JÁ MANDEI
viu, to ficando maluco, a verdade é que eu realmente quero abraçá-la mais eu sou um idiota, então, ai invés de abraçá-la sai deixando-a no corredor sozinha, chorando.

Skiler Narrando

sentia meu coração partindo-se em milhões de pedacinhos, as malditas lágrimas descendo sem parar, odeio-me, odeio-me por amá-lo, mais claro, que tipo de idiota
apaixona-se por seu sequestrador? já não tenho mais forças pra lutar contra, Cai, estou no chão e não tem ninguém que possa me ajudar a erguer-me, a única pessoa que eu imaginei
que podesse me ajudar é um completo idiota, e o pior, estou presa a ele, e pior que isso é saber que mesmo com tudo, eu quero está ao lado dele, seja sendo bem ou mal tratada,
é, acho que sou uma masoquista. uma masoquista apaixonada.

1 mês depois 

Narração de fundo

1 mês avia se passado e Skiler continuava presa, desde o dia no qual Skiler passou a achar que era uma escrava sexual que não falava nada, só quem ouvia sua voz era Caio e eram poucas
as vezes que ela falava com o pequeno,era sempre pelos cantos da casa, em silêncio, chorando, foi espancada por Damon 3 vezes durante o mês, e Justin? bom, Justin não a espancava
porém não a tratava diferente de Damon.

Skiler: já chega Damon

gritou em desespero, estava de 4 sobre a cama com os braços amarrados.

Damon: ainda nem comecei

falou pegando uma pequena faca e pondo-se atrás de Skiler, começou a penetrá-la mais uma vez e passou a faca nas costas dela fazendo vários cortes, a virou deixando-a de frente e a
penetrou de novo, passou a faca pela barriga da garota, um pouco ao lado do umbigo.

Skiler: para seu canalha


gritou em pleno desespero tentando soltar-se.
Caio estava dormindo e Justin estava na sala tentando ignorar os gritos de Skiler, o que pra si estava sendo bem difícil
Damon ao dar-se por satisfeito saiu de Skiler jogando-a na cama, saiu do quarto rindo como sempre, Skiler juntou o pouco de força que lhe restava e levantou-se da cama caminhando 
até o banheiro.




Skiler narrando 

Estava cheia dessa vida, cansei, faz quase 3 meses que estou presa a esses dois malucos masoquistas, e o pior, um desses malucos é o cara que eu amo, porém, não aguento mais,
meu corpo não aguenta mais, meu coração, bom, foi quebrado e eu não sei se tem concerto, entrei no banheiro e suspirei sentindo minhas costas arderem, via o sangue pingar no chão
senti minhas lágrimas molharem o meu rosto e as enchuguei rapidamente, voltei ao quarto, abri uma das gavetas e peguei a primeira coisa pontiaguda que encontrei, uma tesoura, entrei
 no banheiro novamente e me olhei no espelho.

Skiler: sinto muito Caio

falei fechando os olhos e enfiei a tesoura em meu pulso, senti uma dor e um ardor insuportável, vi o sangue pingar mais não parei, peguei a tesoura com a outra mão e a cravei em meu 
outro pulso, fiz mais três cortes em meus pulsos, não continuei pois me senti fraca e deixei a tesoura cair no chão, senti meu corpo tremer e minhas pernas fraquejarem, cai no chão,
minha vista embaçou e eu apaguei [ ... ]

Justin narrando

O que eu estava fazendo afinal? deixando a mulher que eu amo, sim que eu amo, ser espancada por Damon, só porque ele é meu melhor amigo, isso não está certo, quer saber, já chega.
caminhei até o quarto onde Skiler e Damon estavam e ao entrar não os encontrei, fui ao quarto ao lado e encontrei Damon deitado na cama.

Justin: onde está Skiler?
Damon: no quarto
Justin: acabei de ir lá e não a encontrei
Damon: procura no banheiro

sai e voltei ao quarto, entrei no banheiro e vi uma cena horrível, minha princesa estava no chão desmaiada em cima de uma possa de sangue com os pulsos cortados, se todo aquele 
sangue era dela eu não sei se conseguiria salva-la, a peguei no colo sem me importar se me sujaria ou não de sangue e sai do quarto.

Eu: DAMON -grita-
Damon: o que foi Justin? 
Eu: PEGA O CARRO,  AGORA -grita-

Damon me obedeceu e correu até o carro, entrei em seguida e ele deu partida no carro indo o mais rápido possível [ ... ]

Chegamos ao hospital, entrei com Skiler no colo, comecei a gritar por ajuda e ao verem o estado dela logo vários médicos nos deram atenção, um deles a pegou e a colocou em uma 
maca.


[ ... ]


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O N T I N U A...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Minhas lindas and sexys desculpem por não ter postado antes, é que eu tava sem net mais o problema já foi resolvido então voltarei a postar todos os dias como 
sempre *-*
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Anônimo, só posso postar 2 caps por dia se tiver no minimo 10 comentários em uma postagem, assim poderia postar outro cap a noite
Boylieber lindo, não precisa agradecer, acho boyliebers as coisinhas mais fofas do mundo ♥
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Não poderei responder aos comentários amores da minha vida
Sorry =/
OBRIGADO pelos comentários 
AMO VOCÊS MINHAS VAQUINHAS 
Rafaela bem vinda de volta