19 de jun de 2012

Sequestro Cap 6 ✧


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

ordenou, com medo do que ele pudesse fazer Skiler obedeceu correspondendo ao beijo quando ele a beijou.
com um sorriso gentil no rosto a penetrou , ouviu um gemido baixo de prazer escapar da boca de Skiler. começou com entocadas lentas, Skiler não sabia o porque de ele está sendo carinhoso, mais tinha que admitir, estava gostando.

ele continuou com movimentos lentos e agora para Skiler torturantes

Skiler: aaah, mais rápido Damon 

gemeu e seu pedido foi prontamente atendido.
Damon começou com movimentos mais rápidos e fortes, nada que pudesse machuca-la.

Damon: hum... como é ser amado? aaah

perguntou gemendo ao final da frase.

Skiler: é o melhor sentimento do mundo.
Damon: acho que nunca vou saber como é isso.
Skiler: mais você já sabe, Justin te ama, ele é seu melhor amigo.
Damon: tem razão.

então era isso, por isso Damon avia a tratado bem, porque queria fazer perguntas, sabia que se a tratasse mal ela nada responderia, por isso a tratou bem.
não continuaram naquilo por muito tempo, depois de mais algumas entocadas ambos chegaram ao clímax juntos, Damon deitou-se na cama e puxou Skiler para seus braços.
do lado de fora, especificamente em frente a porta do quarto estavam Justin e Caio, ao ouvirem os gemidos de Skiler chegaram a conclusão de que Damon a estava torturando. 
ambos entraram no quarto e a conclusão de tortura foi por água abaixo ao verem Skiler e Damon abraçados.
não acreditando no que viram sairão do quarto sem dizer nada.

...

Dia seguinte / 12:30


Skiler acordou e sentiu algo em volta de si, levantou-se e foi cambaleando até o espelho, viu que de seu umbigo até os seios estava enfaixado, com certeza era por causa dos ferimentos causados pelo chicote, suspirou e foi até o banheiro, fez a higiene matinal e saiu do quarto indo em direção a cozinha.
ao chegar na mesma encontrou Justin e Caio tomando café, sorriu de canto e saiu sem que eles a vissem -pelo menos foi o que ela pensou-
Justin a avia visto , ao vê-la sair a seguiu, viu a mesma sentar-se no jardim, sentou-se ao lado dela.

Justin: Damon te torturou ontem?

perguntou ele apenas para ter certeza.

Skiler: não
Justin: tá tudo bem?
Skiler: claro que não.
Justin: por que não?
Skiler: eu estou presa a você e a Damon e nunca mais vou ver meus pais e você ainda pergunta porque?
Justin: Skiler eu...
Skiler: me deixa ir embora -sussurra-
Justin: eu não posso.
Skiler: por favor, eu não aguento mais isso aqui.

falo chorando e Justin a abraçou. 
sim, ele podia deixá-la ir embora, mais a verdade era que ele a queria perto de si.

Skiler: Justin.
Justin: sim?
Skiler: me deixa ir -abaixa a cabeça-
Justin: não dá Skiler.
Skiler: por favor Justin.
Justin: eu já disse que não.

gritou ele dando lhe um tapa na cara, Skiler caiu no chão e colocou a mão onde o tapa avia atingido.

Skiler: eu não acredito que você... -abaixa a cabeça-
Justin: me desculpa Skiler, eu.. eu.. droga, me desculpa amor.

falou e corou ao ver do que a chamou.
Skiler ergueu a cabeça e o olhou.

Justin: desculpa 

sussurrou já perto dela

Skiler: eu..
justin: Shii -a beija- 

no inicio Skiler se assustou mais logo correspondeu ao beijo, quando o ar fez-se necessário separam-se e se olharam, Skiler corada e Justin sorrindo.

Justin: tenho uma proposta pra você -sorri-
Skiler: qual?
Justin: te levo pra visitar seus pais sempre que quizer, com tanto que comporte-se e não conte nada a eles, e quando os encontrar invente uma desculpa qualquer pra ter sumido por tanto tempo.
Skiler: feito -SORRI-
Justin: que tal amanhã?
Skiler: sério?

falou sorrindo e pulando em cima de Justin que caiu deitado na grama, consequentemente Skiler ficou por cima dele.

Justin: sim, é sério -coloca as mãos na cintura dela-

Skiler sorriu e quando estava prestes a beijá-lo novamente ouviram o grito furioso de Damon.
Skiler e Justin entraram assustados com o grito, Damon estava parado perto do sofá.

Justin: o que aconteceu Damon?
Damon: vem comigo, quero você agora

falo puxando Skiler violentamente

Justin: não Damon

gritou Justin tentando impedi-lo, o que foi envão pois Damon entrou no quarto e trancou a porta.

Justin: abre essa droga Damon, não encoste a mão nela

gritou Justin tentando abrir a porta inutilmente 
Damon jogou Skiler com provavelmente toda a força que tinha, foi até uma gaveta e de lá tirou uma faca, foi até Skiler e rasgou as roupas e tirou a faixa que estava em volta de seu corpo, tirou a própria roupa e olhou pra Skiler que estava apavorada, o que o deixava excitado.

Skiler: Damon pare, o que aconteceu?

Damon a ignorou e aproximou-se amarrando lhe as mãos e prendendo-as a cama, depois pegou uma faixa e a vendou, Ele percebe a angústia crescente, debatendo-se na tentativa de não se entregar por completo. Completamente à mercê dos caprichos dele . Damon se posicionou por trás da mesma e começou a entoca-la com força, a força era tanta que fazia a cama ir pra frente e pra trás, Skiler pedia desesperadamente pra que ele parasse, mal sabia ela que quanto mais dor, mais desespero, mais medo ela sentisse mais excitado ele ficava. pegou a faca que até então estava de lado e cortou-lhe as costas, desceu a faca e fez um corte reto em sua perna, ouvia gemidos de dor, estava com raiva, frustado, triste
precisava descontar o que sentia em alguém e ninguém melhor que Skiler.
levantou-se vendo o sangue escorrer pelas pernas da garota e sorriu em meio a uma lágrima  que lhe escapou, pegou o chicote da noite passada e desferiu várias chicotadas em Skiler que apenas chorava e gemia de dor presa a cama, sem poder fazer nada, Damon continuou desferindo-lhe chicotadas.
do lado de fora Justin tentava inutilmente abrir a porta, dessa vez com a ajuda de Caio, mesmo assim não adiantou muito. Justin então lembrou-se da chave reserva, foi pegá-la e rapidamente abriu a porta, ficou horrorizado ao ver Skiler jogada na cama-já solta- sangrando quase inconsciente, Skiler ao ver Justin e Caio juntou o resto de forças que tinha e levantou-se indo em direção a eles, Caio a segurou enquanto Justin ia pra cima de Damon.
 Justin deu-lhe um soco e o  mesmo caiu no chão;

Justin: o que deu em você? você sempre gostou de machucar as vitimas durante o sexo mais dessa vez você foi longe de mais, você quase a matou.
Damon: me deixa -grita-
Justin: o que deu em você? -grita-
Damon: meu pai morreu -grita chorando-
Justin: Damon -sussurra o levantando do chão-

Justin o abraçou e deixou que ele chorasse em seu ombro.
Caio sentiu o corpo de Skiler pesar, ela avia desmaiado.
Justin colocou Damon na cama e foi até Caio pegando Skiler nos braços.


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O N T I N U A...

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
quem ai quer matar o Damon agora? eu o/ caralho man, ele é do mal u.u
Hey Érica, até que emfim apareceu, pensei que tinha me abandonado.
Olha amores, meu blog foi criticado pelo poison criticas, bom, eu não pedi pra criticarem meu blog mais criticaram, mais foi uma critica construtiva então eu até que gostei.
então obrigado pela critica. *-*
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Obrigados pelos comentários minhas gostosas and Sexy's *-*
não poderei responder aos comentários mais quero que saibam que leio cada um deles  e os amo
desculpem por não ter postado ontem, não tive tempo, mais postei um cap grande pra compensar. 
Amo vocês
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------