7 de abr de 2012

               Garota Indomável |2| ❥


coloquei meus fones de ouvido e joguei-me na poltrona que tinha ali no canto, fachei os olhos e me concentrei na música, estava apenas poupando-me das baboseiras que eles falariam a seguir.


...

I.Kelly: Emma, Emma.


"mais que porra, esse povo adora meu nome, só pode"
pensei tirando meus fones de ouvido e mais uma vez encarei o ser a minha frente.


Eu: o que foi agora?
I.Kelly: você foi adotada por eles.


falou a dragão apontando pra loira de farmácia e para o Deus grego.


Eu: como é que é?


perguntei quase em um grito


I.Kelly: foi adotada Emma


falou fazendo o favor de repetir o que eu não queria ouvir


Eu: vocês não podem me adotar
Samanta: e porque não? sempre quis ter uma filha.
Eu: vai ser um desafio cuidar de mim.
Justin: e quem não gosta de um desafio?


falou o Deus grego sorrindo


M.superiora: vá arrumar suas coisas.
Eu: vocês vão se arrepender disso.


eu disse e sai, minha vontade era estrangular todos que estavam naquela sala, claro que antes eu me divertiria um pouco com o Justin(Lê-se Deus grego).
Entrei  no quarto, peguei minhas roupas(que não eram muitas) e as coloquei em uma mala, sai do quarto e antes de sair do orfanato o Deus grego apareceu e tentou pegar minha mala.


Eu: eu tenho mãos, e acredite não são pra ficar de enfeite.
Justin: eu só queria ajudar.
Eu: se eu quisesse sua ajuda teria pedido.


ele balançou a cabeça negativamente e riu, é, ele tem algum problema mental
. sai do orfanato dando de cara com uma limousine.
"que exagero
pensei e entrei na mesma sendo seguida por Justin, me deitei no banco e coloquei meus fones de ouvido, aumentei colocando o volume no máximo e fechei os olhos.




( ... )




Justin: Emma, chegamos.


falou o Deus grego tirando-me do meu mundo, sai o seguindo até pararmos em frente a uma mansão, entramos...


Justin: vem, vou te mostrar seu quarto enquanto Samanta prepara o jantar.


disse ele segurando-me a mão me arrastando pela enorme escada.
paramos em frente a uma porta cor de rosa, ele a abriu e eu quase vomitei um arco-iris  ao ver tal coisa, um quarto COMPLETAMENTE rosa e alguns enfeites da Barbie espalhados pelo mesmo.


Eu: quantos anos acha que eu tenho? eu não durmo nessa merda nem que você me pague.
Justin: tudo bem! já entendi, você não gostou.


falou mais uma vez me arrastando, dessa vez nos fazendo parar em frente a uma porta branca.
ela a abriu e eu sorri, o quarto era enorme todo com detalhes em preto e branco, entrei no mesmo jogando minha mala no chão e me jogando na cama.


Justin: que bom que gostou, agora arrume suas coisas.
Eu: não
Justin: você tem que me obedecer Emma


 o olhei e comecei a rir, rir como se ele tivesse contado a piada mais engraçada do mundo. parei de rir aos poucos e caminhei lentamente até ele, parei na frente do mesmo  coloquei minha mão esquerda em seu rosto e com a direita me apoiei em seu braço, aproximei meu rosto do seu ouvido e comecei a falar:


Eu: eu não sigo as regras e não obedeço ordens,  faço o que quero na hora e no momento em que eu quero, então aprenda agora eu não posso ser domada baby.




Continua....




Comentários a critério de vocês


mais de 20 comentários Cap grande
menos de 20 comentários Cap médio