16 de fev de 2012

fuck you cap 7





Erick: deixa eu me divertir com a vadia Chaz
Chaz: deixa eu te apresentar, Erick, essa é ANNE WATSON
ele deu enfase ao falar o meu nome. o tal de Erick arregalou os olhos.
Erick: desculpe Srta Anne
ele disse se afastando
Eu: agora é Srta?
Chaz: vaza Erick
Erick saiu
Chaz: prazer Anne -beijo no rosto- sou o Chaz! quer dar uma volta pelo Jardim?
Eu: quero e Obg
eu disse sorrindo e entrelaçando nosso braços.


Saímos de casa, fomos pro jardim, passamos pelo lado da casa onde tinha uma piscina cheia de vadias e capangas do Jason, passamos direto e fomos pra parte de trás da casa onde tinham flores coloridas e no meio delas uma árvore enorme e em baixo dela um banco, sentei e Chaz sentou-se ao meu lado.
Chaz: o que tá acontecendo? parece triste!
Eu: não é nada
Chaz: deixa eu adivinhar, você transou com Jason e agora ele tá te ignorando.
Eu: tá legal, onde você esconde sua bola de cristal?
eu disse e ele riu me levando junto.
Chaz: mais não é só o Jason, você tá triste por outro motivo, qual seria ele?
o olhei sem graça, era como se ele pudesse me ler como um livro aberto.
Eu: bom... é que, to com saudades da Enne e da mamãe, mamãe era uma chata e Enne era uma vadia patricinha, mais sinto falta delas.
Chaz: mais você vai poder ir pra casa logo
Eu: como sabe?
eu disse tentando conter as lágrimas
Chaz: Gustavo mandou Jason te sequestrar porque quer tirar dinheiro da sua mãe, ele quer te deixar um tempo aqui pra quando pedir o resgate, sua mãe pagar qualquer coisa.
Eu: mais é só isso que esse Gustavo quer? 
Chaz: bom... não, ele também quer, er...
Eu: fala Chaz.
Chaz: Jason sabe de tudo, pergunte a ele.
ele disse se levantando
Eu: já vai?
eu disse segurando seu braço
Chaz: tenho que pegar um carregamento de drogas pro Jason
ele disse sorrindo de lado, ele veio até mim e me deu beijo na testa.
Chaz: a gente se vê depois pequena
ele disse sorrindo e saiu, gostei do pequena, na verdade, gostei muito do Chaz, fiquei mais um tempo ali sentada, depois decidi entrar em casa, entrei e vi uma coisa horrível pra mim, Jason tava fodendo com uma Vagabunda na escada sem se importar se alguém veria ou não, quando ele me viu a empurrou.
Jason: Anne eu...
Eu: esquece
eu disse e minha voz saiu falha, subi tentando segurar as lágrimas, o que foi em vão pois elas insistiram em cair, tá legal, eu admito , eu GOSTO dele, não é amor, mais GOSTO dele, muito mesmo, entrei no quarto e me encolhi na cama, deixei que as lágrimas caíssem livremente, adormeci entre elas.


( ... )


Senti mãos sobre minhas coxas, abri os olhos lentamente e vi Jason, arregalei os olhos e me afastei.
Eu: tá maluco Jason?
Jason: vem aqui vadia, satisfaz meu desejo
ele disse me puxando e ficando por cima de mim, ele segurou meus braços acima da cabeça apertando meus pulsos com força.
Eu: me solta Jason -gritei-
Jason: fica quieta vadia
ele deu um chupão no meu pescoço, depois beijo minha boca, mordi seus lábios os apertando até sentir o gosto do sangue, ele afrouxou um pouco meus pulsos.
Eu: sai de cima de mim seu filho da puta
eu disse gritando e o empurrando bruscamente de cima de mim, corri até a porta, tentei abri-la mais Jason me puxou antes.
Jason: do que tu me chamou sua cadela do caralho? tu sabe que dizendo isso não me ofendeu mais sim a minha mãe.
ele disse dando um tapa na minha cara me fazendo cair no chão, ele me levantou pelos cabelos e tacou minha testa na parede, senti o sangue descer pelo meu rosto, cai no chão meio tonta, ele me levantou novamente e me jogou contra a porta, senti minhas costas arderem, ele me deu um chute perto do rosto, depois me deu um chute na barriga fazendo meu corpo ir pra trás, procurei por um ar que não encontrei, meus olhos foram se fechando, a última coisa que vi foi Jason se abaixando ao meu lado.

continua...

Cap dedicado a Laisa *-*


Jason mal, muito mal u-u
Laisa obg por defender meu IB 
vllw pelos comentários minhas vaquinhas <3